Ataques a ônibus são desafio para a polícia e geram prejuízos
17 de fevereiro de 2018
Muito além do reajuste tarifário
23 de fevereiro de 2018

Nota à rádio CBN – Frota e horário de férias

Demanda: A rádio CBN pede posicionamento do SINTRAM com relação à redução da frota em circulação, bem como resposta sobre alegação de passageiros de que os veículos estariam rodando com escala de férias.

 

Nota à rádio CBN,

 

Belo Horizonte, 21 de fevereiro de 2018. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (SINTRAM) esclarece que não procede a informação de que as linhas do sistema metropolitano estão operando em regime de férias. O quadro de horário de férias se encerrou no dia 4 de fevereiro, e a operação normal do sistema metropolitano voltou a vigorar na segunda-feira seguinte, dia 5 de fevereiro. Desde então, os ônibus do transporte metropolitano estão operando normalmente.

O SINTRAM informa que a frota atual do sistema metropolitano de transporte – com gestão da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP) – é de 2.817 veículos. A relação da frota média por ano no sistema metropolitano é a seguinte:

2012: 3.054 veículos

2013: 3.062 veículos

2014: 3.201 veículos

2015: 3.061 veículos

2016: 2.896 veículos

2017: 2.817 veículos

2018: 2.817 veículos

O SINTRAM esclarece que os cálculos referentes à frota, à quantidade de veículos por linha e ao quadro de horários do transporte metropolitano são definidos com base na relação entre a demanda de passageiros por linha e a capacidade do veículo. Tais definições são sempre autorizadas pela SETOP, órgão gestor do sistema, antes de sua implantação. Eventuais reduções no quadro de horários ocorrem em virtude de diminuição da demanda em determinada linha e não se refletem em qualquer ganho financeiro para as empresas.

Além disso, a partir de 2014, parte da redução dos veículos que se deslocavam até o centro de Belo Horizonte está relacionada com a implantação do Move Metropolitano. O sistematronco-alimentador, que parte do pressuposto de que os ônibus que antes saíam dos bairros e iam direto para o centro agora param nos terminais de integração, é uma das ações previstas pelo plano de mobilidade urbana da região metropolitana, visando mais mobilidade no centro da capital. Vale ressaltar que as mudanças não acarretaram em prejuízos aos usuários no que se refere ao quadro de horários ofertados pelo serviço.