Transporte Metropolitano mantém operação com procedimentos para prevenir disseminação do coronavírus
16 de abril de 2020

SINTRAM faz demarcação nos pisos de estações, terminais e ônibus articulados para garantir distância segura entre usuários

Medida é implementada em cinco estações de Belo Horizonte, além de sete terminais na região metropolitana e tem objetivo de evitar disseminação do coronavírus.

Com o objetivo de auxiliar o usuário do transporte público a garantir uma distância segura de outros passageiros e, assim, evitar a disseminação do novo coronavírus, estações e terminais que atendem o transporte coletivo metropolitano passaram por demarcação de pisos e corrimãos. Ônibus articulados também tiveram seus pisos sinalizados, em mais uma ação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram).

 

As demarcações foram feitas nas estações do Rotor Central (Aarão Reis, Tupinambás, Espírito Santo, Oiapoque, Bernardo Monteiro), além de sete terminais de integração (Ibirité, Sarzedo, Morro Alto, Vilarinho, São Gabriel, São Benedito e Justinópolis). Cerca de 75 mil pessoas passam por esses locais diariamente.

 

Estes terminais e estações contam com o auxílio de agentes responsáveis pela organização de filas nos horários de pico e que vão orientar os usuários no cumprimento da medida de distanciamento.

 

O Sintram reforça que, além das empresas associadas, usuários, empregadores e colaboradores precisam fazer sua parte no combate à covid-19. Para reforçar, o sindicato tem feito campanhas educativas em diversos meios de comunicação (rádio, redes sociais, monitores nos terminais e ônibus) que tem como mote a transparência, empatia e colaboração para vencer o novo coronavírus. Entre os assuntos abordados, está a importância do uso das máscaras e da colaboração do usuário para evitar aglomerações.

 

Por isso, o Sintram recomenda que, além de seguir as demarcações no piso, os passageiros também evitem entrar em ônibus que já se encontram cheios e aguardar o próximo.

 

Outras medidas

 

Motoristas e outros funcionários que lidam diretamente com o público receberam duas máscaras cada para uso durante o trabalho – totalizando 26 mil máscaras. Ônibus, terminais, estações, bilheterias, ATM’s e linhas de bloqueio tiveram a higienização reforçada, incluindo a capacitação de funcionários do Sintram para limpeza de acordo com técnicas utilizadas pelo Exército Brasileiro. Materiais de higiene sanitária, como álcool em gel, também têm sido disponibilizados pelas empresas associadas aos colaboradores, além dos terminais, estações e rotor central.

 

O Sintram também estimula que usuários paguem a tarifa de ônibus por meio do cartão ÓTIMO, que pode ser retirado de graça, mediante cadastro, em 66 pontos de venda na Grande BH. O pagamento via cartão é uma das medidas de segurança e higiene indicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no combate à disseminação do vírus e pode ser recarregado de forma online. Além disso, canais de ouvidoria e atendimento não-presencial, como o SAC Metropolitano (3516-6000) continuam funcionando normalmente.